--

       

Busca Mundial

Busca  Portugalwebt

 

EUROPA    AFRICA   AMÉRICA    ÁSIA   OCEANIA                     

EUROPA

PORTUGAL

AFRICA

NORTE DE AFRICA

AFRICA OCIDENTAL

ÁFRICA ORIENTAL E G. PÉRSICO

AMÉRICA

fortificações brasileiras

A Região da Cisplatina

ÁSIA

ORIENTE

EXTREMO ORIENTE

OCEANIA

AUSTRALIA

BATALHAS

APENDICE

ALDEIAS

FOTOS

MAPAS

TEMPLÁRIOS

MONUMENTOS NACIONAIS

GLOSSÁRIO

FORTES E FORTALEZAS

S. João Baptista

S.Neutel

Forte de Crismina

S.Francisco

Forte de Santa Catarina

Fortaleza Ponta da Bandeira

Torre da Medronheira

Fortaleza de Nossa Senhora da Luz

Portugal no mundo:

FORTES E FORTALEZAS

CASTELOS DO MUNDO

BRASIL

THE LIBRARY OF IBERIAN

RESOURCES ONLINE

A SOCIETY ORGANIZED FOR WAR
IGESPAR IP

  MY CASTLE  WEB RING

 

Montevidu fortificada

Montevidu fortificada Nesta edio, continuamos abordando as fortificaes do Uruguai.

Assim como Colnia de Sacramento, Montevidu j foi uma cidade inteiramente cercada por muralhas de proteo.

Em janeiro de 1724, Bruno Mauricio de Zabala expulsou os portugueses da baa de Montevidu, onde h pouco haviam se estabelecido, e iniciou a fortificao do local. Com projeto do engenheiro Francisco Petrarca, primeiro construiu-se a Bateria de San Felipe (no local onde mais tarde seria erguido o Forte de So Jos, em 1740) e um forte e capela, onde posteriormente se construiu o Forte do Governo, em 1780 (atual Praa Zabala).

Diego Cardozo, sucessor de Petrarca, deu seguimento construo das muralhas em torno da cidade. A principal fortificao no interior do permetro amuralhado era a Cidadela, iniciada em outubro de 1741 e concluda em 1780. Em 1808, se construiu a ltima fortificao uruguaia, a Fortaleza del Cerro, no ponto mais alto da cidade, fora da rea amuralhada.

Montevidu foi conquistada pelos ingleses em 1807 e por Portugal em 1817, tornando-se capital da Provncia Cisplatina em 1821. Pertenceu ao Brasil no reinado de D. Joo VI e conquistou sua independncia na chamada Guerra da Cisplatina. Em 1828, passou a ser a capital do Uruguai.

Em agosto de 1829, a Assemblia Geral Constituinte determinou a destruio das fortificaes e muralhas de Colnia do Sacramento e Montevidu. Em setembro daquele ano, se iniciou efetivamente a demolio do que para muitos era "signo da opresso de um passado colonial espanhol que devia ser prontamente esquecido".

Hoje, poucos vestgios restam das muralhas defensivas da cidade. Alguns trechos remanescentes podem ser vistos nas ruas e outros resistem ainda nos pores de construes mais recentes. A Portada de entrada da Cidadela foi remontada, aproximadamente na sua posio original, tornando-se uma referncia urbana importante, demarcando o incio da chamada Cidade Velha. Merece destaque tambm o trabalho da faculdade de Arquitetura local, que produziu uma interessante maquete virtual, com a reconstituio de toda a cidade amuralhada, e onde sobressai a antiga Cidadela.

Nos ltimos dois anos, um forte movimento liderado pelo Espao Cultural "Al Pie de la Muralla" (localizado no fosso da antiga fortificao) vem aglutinando as instituies, os pesquisadores e demais segmentos da sociedade local, interessados no resgate da memria da cidade fortificada e na preservao dos remanescentes de suas muralhas histricas. A entidade j realizou dois seminrios temticos em abril de 2005 e 2006. Uma iniciativa que deve ser louvada e incentivada.
http://www.fortalezasmultimidia.com.br/novidades/index.php#355

 

 

  Copenhagen Image Banner 300 x 250

 

 
 

Guarda Almada    Castelos    Seixal    Sesimbra  Palmela  Arqueologia   Historia Portugal no mundo

intercâmbio    Contactos    Publicidade

Copyright © Ptwebs.