AÇORESMADEIRAALENTEJOALGARVEBEIRA INTERIORBEIRA LITORALMINHORIBATEJOESTREMADURATRÁS OS MONTES

  Googl 

Busca Mundial Busca  Portugalweb.net

INDEX

APENDICE:

ALDEIAS

FOTOS

MAPAS

TEMPLÁRIOS

MONUMENTOS NACIONAIS

GLOSSÁRIO

FORTES E FORTALEZAS:

S. João Baptista

S.Neutel

Forte de Crismina

S.Francisco

Forte de Santa Catarina

Fortaleza Ponta da Bandeira

Torre da Medronheira

Fortaleza de Nossa Senhora da Luz

Portugal no mundo:

FORTES E FORTALEZAS

Fortalezas de Portugal

CASTELOS DO MUNDO

BRASIL

 Discover the castles of the Algarve
THE LIBRARY OF IBERIAN

RESOURCES ONLINE

A SOCIETY ORGANIZED FOR WAR
 

  MY CASTLE  WEB RING


pordata

BRASIL500

Casa para férias na Guarda

 

 
 
     

Almada e as suas fortalezas

  Outro assunto diferente, mas que também não deixa de ter interesse – é esta a nossa modesta opinião.

-Sabido é, que, especialmente na época em que em Portugal reinavam os Filipes, a margem Sul do Tejo tinha diversas fortalezas, cujos nomes são bem conheçidos, como por exemplo: os Fortes de Cacilhas, Fonte da Pipa, Almada, Torre Velha do Lazareto, etc.

Mas chamou a nossa atenção o armamento dessas fortalezas. Assim vamos dizer o que ele era, para se poder comparar com o actual.

Tomamos por exemplo a Bateria do Porto Brandão que em Outubro de 1808, tinha:

 

-         9 peças de bronze, calibre 36

-         3 peças de bronze, calibre 12

-         9 peças de bateria de costa, calibre 30

-         3 reparos de bateria de costa, calibre 12

-         12 carretos de mar, de 36 e 12

 

              Munições tinha, 360 balas lanternas de calibre 36 e 12.

 

Em Agosto d e1832, foi a artilharia reduzida para 12 peças de calibre 24.

Nessa data a sua guarnição era de: 1 capitão, 1 sargento, 2 cabos e 22 soldados.

            A Bateria de Paulina, situada por debaixo da Torre Velha, junto da actual praia do Lazareto , era composta, por

 

-         2 peças de artilharia de praça, calibre 36.

-         2 peças de artilharia de praça, de bronze, calibre 18.

-         1 peça de artilharia de praça, de ferro, calibre 18 e outra, também em ferro, calibre 12.

-         Reparos para peças de artilharia, tinha 1, e carretas de 4 rodas para peças de 36, 18 e 12 existiam 8.

 

Nessa mesma data, isto é, em Outubro de 1808, a artilharia da Torre Velha, que era segundo dizem, a mais importante desta margem, possuía:

 

-         5 peças de bronze, da praça, calibre 36

-         4 peças de calibre 18

-         9 peças de calibre 12

-         5 peças de ferro, calibre 24

-         9 peças de fero, calibre 18 e 6 de calibre 6.

-         Reparos para peças de artilharia de praça, de calibre 36, tinha 6. Para peças de artilharia de campanha, calibre 12, tinha 9.

Possuía ainda, carretas de Marinha, assim distribuídas:

-         Para peças de calibre 36=2

-         De calibre 24=5

-         De calibre 18=13 e de calibre 6=6

Munições , balas e lanternetas de calibre 36, 18, 12 e 8 tinham 2400.

 

Depois  em Janeiro de 1828, o seu material passou para:

-         1 peça de ferro, calibre28

-         6 peças de ferro, calibre 6

-         17 peças de ferro, calibre 12

-         2 morteiros de ferro, calibre 9

Munições , havia: 2500 balas de diversos calibres e 50 bombas de calibre 9.

 

Cinco anos depois, em 1832, o seu material baixou para:

-         2 peças de calibre 26

-         4 peças de calibre 18 e 6 de calibre 24

 

A sua guarnição era composta nessa data por:

-         1 subalterno

-         1 sargento

-         3 cabos e 31 soldados.

 

Hoje desta fortaleza foi uma das mais bem fornecidas e melhor colocadas, e onde D. Francisco Manuel de Melo, escreveu o livro, «Cartas de Guia de Casados», apenas existem tristes ruínas.

 

 

 

 

Casa para férias na Guarda

 

Casa para férias na Guarda

 
     CASTELOS NO MUNDO
  

Setubal   Guarda   Almada    Castelos  Seia  Seixal    Sesimbra  Palmela  Arqueologia   Historia        Portugal no mundo

intercâmbio  ttt   Contactos    Publicidade

Copyright © swspt.

 

 


Buy Direct Text Link Ads at Direct-Link-Ads