AÇORESMADEIRAALENTEJOALGARVEBEIRA INTERIORBEIRA LITORALMINHORIBATEJOESTREMADURATRÁS OS MONTES

  Googl 

Busca Mundial Busca  Portugalweb.net

INDEX

APENDICE:

ALDEIAS

FOTOS

MAPAS

TEMPLÁRIOS

MONUMENTOS NACIONAIS

GLOSSÁRIO

FORTES E FORTALEZAS:

S. João Baptista

S.Neutel

Forte de Crismina

S.Francisco

Forte de Santa Catarina

Fortaleza Ponta da Bandeira

Torre da Medronheira

Fortaleza de Nossa Senhora da Luz

Portugal no mundo:

FORTES E FORTALEZAS

Fortalezas de Portugal

CASTELOS DO MUNDO

BRASIL

 Discover the castles of the Algarve
THE LIBRARY OF IBERIAN

RESOURCES ONLINE

A SOCIETY ORGANIZED FOR WAR
 

  MY CASTLE  WEB RING


pordata

BRASIL500

Casa para férias na Guarda

 

 
O Forte de Nossa Senhora da Graça, também denominado como Forte de Leça da Palmeira ou simplesmente como Castelo de Matosinhos, localiza-se na povoação e Freguesia de Leça da Palmeira, Concelho de Matosinhos, Distrito do Porto, em Portugal.

História

As suas obras iniciaram-se sob a Dinastia Filipina, em 1638 ou 1639, por determinação de D. João Rodrigues Sá e Menezes, 1º Conde de Penaguião, no local de Santa Catarina, visando a defesa daquele porto contra as ameaças de piratas e corsários. Ficaram a cargo do Capitão António Francisco Chorão.

 

   
Após a Restauração da Independência portuguesa, considerando a sua grande importância estratégica para a defesa da barra, os oficiais da Câmara Municipal do Porto, em 1642, pediram ao Rei que se terminassem as obras com a maior brevidade. As suas obras foram retomadas, em 1646, instituindo-se, por Alvará de 1648, uma guarnição de seis soldados pagos para esta fortificação. Segundo um documento lavrado por um tabelião do Porto, em 1655 ainda as obras não se tinham concluído, cuidando-se da despesa da artilharia da fortificação.

Um Relatório de 1701 dá conta de que a fortificação ainda se encontrava incompleta, embora artilhada com quatro peças e guarnecida por oito soldados sob o comando de um tenente. Acredita-se que o forte tenha sido concluído em 1720.

Durante as Guerras Liberais, em 1832, o forte foi objeto de algumas benfeitorias, nomeadamente nos armazéns, ponte levadiça, escada do fosso e parapeitos, mantendo, ainda, algumas canhoneiras ao nível da magistral.

No século XX, as suas instalações foram entregues à Capitania do Porto de Leixões que nelas se instalou, fazendo erguer em seu terrapleno alguns edifícios para alojamento de pessoal, que descaracterizaram o conjunto.

Encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público por Decreto publicado em 5 de Dezembro de 1961, em boas condições de conservação.

Características

Fortificação marítima, de tipo abaluartado, apresenta planta no formato de um polígono estrelado de quatro pontas, com guaritas e respectivas cúpulas nos vértices. E defendido externamente por cortinas inclinadas.

Ligações externas

 

 

 

Casa para férias na Guarda

 

Casa para férias na Guarda

 
     CASTELOS NO MUNDO
  

Setubal   Guarda   Almada    Castelos  Seia  Seixal    Sesimbra  Palmela  Arqueologia   Historia        Portugal no mundo

intercâmbio  ttt   Contactos    Publicidade

Copyright © swspt.

 

 


Buy Direct Text Link Ads at Direct-Link-Ads